.

21 dezembro 2009

Nunca me esqueci de ti


Bato a porta devagar,
Olho só mais uma vez
Como é tão bonita esta avenida...
É o cais. Flor do cais:
Águas mansas e a nudez
Frágil como as asas de uma vida

É o riso, é a lágrima
A expressão incontrolada
Não podia ser de outra maneira
É a sorte, é a sina
Uma mão cheia de nada
E o mundo à cabeceira

Mas nunca
Me esqueci de ti
Não nunca me esqueci de ti
Eu nunca me esqueci de ti
Não nunca me esqueci de ti

Tudo muda, tudo parte
Tudo tem o seu avesso.
Frágil a memória da paixão...
É a lua. Fim da tarde
É a brisa onde adormeço
Quente como a tua mão

Mas nunca
Me esqueci de ti
Não, nunca me esqueci de ti
Não, nunca me esqueci de ti
Eu nunca me esqueci de ti

Rui Veloso - Nunca me esquci de ti

3 comentários:

Cristiano Teixeira disse...

Nunca esqueço de ti
Do teu sorriso lindo
Do Amor que enches o meu Coração
Da alegria quando te vejo

Nunca esquecerei de ti
Porque te Amo mais a cada dia
e quero-te sempre a meu lado
para sempre.....

aa disse...

Olá Andréia,
está lindíssima esta tua foto!
Belos reflexos!
Tenho a dizer-te que também gosto imenso do teu trabalho e espero que continues a crescer no mundo da fotografia...
Eu considero-me uma principiante... mas, o importante mesmo, é gostarmos do que fazemos e irmos sempre aprendendo por forma a evoluírmos...
Espero ainda ver aqui no 'Momentos' uma foto alusiva ao Natal...:)
Beijos,
AA

Hugo de Macedo disse...

Muito bem, em grande força :) continua, estás a melhorar cada vez mais, no hdr, está mais uma bela foto. Beijinho

Related Posts with Thumbnails