.

14 fevereiro 2010

Eu não sei quem te perdeu



Quando veio,
Mostrou-me as mãos vazias,
As mãos como os meus dias,
Tão leves e banais.
E pediu-me
Que lhe levasse o medo,
Eu disse-lhe um segredo:
"Não partas nunca mais".
E dançou,
Rodou no chão molhado,
Num beijo apertado
De barco contra o cais.
E uma asa voa
A cada beijo teu,
Esta noite
Sou dono do céu,
E eu não sei quem te perdeu.

Abraçou-me
Como se abraça o tempo,
A vida num momento
Em gestos nunca iguais.
E parou,
Cantou contra o meu peito,
Num beijo imperfeito
Roubado nos umbrais.
E partiu,
Sem me dizer o nome,
Levando-me o perfume
De tantas noites mais.
E uma asa voa
A cada beijo teu,
Esta noite
Sou dono do céu,
E eu não sei quem te perdeu.



Musica de Pedro Abrunhosa (Clicar para ouvir)

3 comentários:

Luz disse...

Um espaço que prende qualquer olhar, apetece ficar, contemplar e por ele aqui passear.
A escolha da música não podia ter sido melhor.
Gostei de passar por aqui.

Abraço de Luz

Hellag disse...

olá menina, magnifica escolha da música para a foto (ou terá sido ao contrário?) não importa, resultou em grande!

entremares disse...

Há sempre algo de perturbador no "perder"...

Deixa-me confessar-te que o que me seduziu foi a imagem ser desprovida de cor... sabendo-a bem colorida.

Mas enfim, isso foi como eu li o titulo do post...

Tudo de bom para ti,
Rolando

Related Posts with Thumbnails