.

09 fevereiro 2010

Qual o nosso valor?

Por vezes tenho aquela sensação que já fui valiosa e preciosa para algumas pessoas... entretanto parece que já perdi esse valor...
Onde errei? Porque perdi o valor? Porque fui  substituída?
(Texto ilustrativo... tentar pegar em pequenos exemplos da vida e comparar com o desaparecimento do escudo)

Andreia Dias

6 comentários:

Jorge Freitas Soares disse...

Como o escudo, também o nosso tempo passa, o nosso valor varia de acordo com os momentos, há momentos em que valemos muito e momentos em que simplesmente não valemos... e se com o tempo não injectamos divisas... desvalorizamos completamente e somos esquecidas....

Engraçado este teu post.

Jorge

Leonel disse...

Não acredito!
Em todo o caso perdem-se alguns, ganham-se outros.
Acho que foi um pretexto para a fotografia tão interessante :)

Olga disse...

O nosso valor está dentro de nós, no nosso coração, tenho pensado muito sobre isso e cheguei à conclusão que devo pessoalmente ver as coisas com um pouco de humildade, houve tempo de achava que tinha muito valor, houve tempo que passei achar que não valia nada, agora procuro o equilíbrio. Beijinhos.

Hellag disse...

Não Andreia, não perdeu valor! cada pessoa tem um valor inestimável...os outros é que perderam a noção do valor! e ficaram a perder!!!

Patty disse...

Olá Andreia,
Nós temos sempre o mesmo valor, se as pessoas não vêem isso, é problema delas, elas é que perdem.
Sempre em frente Andreia, não te deixes ir abaixo.
Bjocas
Patty

Rui disse...

Olá Rapariga :)
Pois é , por vezes tem-se essa sensação.
Mas uma coisa é garantida, o "escudo" :) não foi esquecido, há sempre alguém que o acarinha :).
Eu por exemplo guardo muitas moedas muito antigas, para mim não perdeu o valor. E como eu deve haver por aí muita gente. Portanto o"Escudo" que não fique triste, porque quem o conheceu não o esquece.
E se alguém o esquecer então também não é merecedor que se lembrem dele.
Fica bem, e Hasta la Vista :):)
Bjs
RS

Related Posts with Thumbnails