.

17 setembro 2010

Vidas sem sentido



Nunca busquei viver a minha vida 
A minha vida viveu-se sem que eu quisesse ou não quisesse. 
Só quis ver como se não tivesse alma 
Só quis ver como se fosse eterno. 

Alberto Caeiro, in "Fragmentos" 
Heterónimo de Fernando Pessoa

7 comentários:

Hellag disse...

mas a vida tem esta força, luta contra todos e tudo! :)

Vento disse...

Tenta novamente, mas desta vez vive com alma, porque a eternidade não existe...

Zondra Art disse...

Beautiful photos, I love your work!!!
Very nice music.
Kisses and nice weekend.
Zondra Art

Jorge C. Reis disse...

Imagem extremamente bem construída, quer no seu enquadramento quer no trabalho post-produção. Parabéns

Céu Vieira disse...

Parabéns Andreia, gostei taaaanto do que vi que decidi segui-la!!
Voltarei com mais tempo para ver tudinho melhor!!
Bjiiinho grande

Bean Fely disse...

LINDA .... ESTE TITULO LEVA-NOS A PENSAR, MAGNIFICA COMPOSIÇÃO

Jorge Sousa disse...

Olá andreia. Tu podes ver como se fosse eterno: tu fotografas! Cumprimentos, Jorge Sousa www.ibernatur.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails